solaris

9f9de7e6e3611dc55657103b027cb14a

Solaris (1972), do russo Andrei Tarkovsky, trata da viagem do psicólogo Kris Kelvin a um planeta constituído basicamente por um oceano misterioso e que tem a capacidade de materializar memórias daqueles que o procuram entender e explorar.

é um filme rico e denso, despojado de técnica e efeitos especiais, apesar de ser à partida um filme de ficção científica. Tarkovsky quis despir a narrativa ao essencial e só não retirou qualquer alusão ao espaço por impedimento do autor do romance (Stanislaw Lem). o planeta solaris é pretexto para tratar assuntos como a persistência da memória, os relacionamentos, a procura por algo maior fora de nós.

as cenas longas, os diálogos e as inquietações, a teatralidade, o engenho dos planos e do que se escolheu mostrar ou deixar de mostrar cativou-nos cá em casa. foi uma boa porta de entrada para o universo Tarkovskiano e, segundo consta, a entrada mais fácil de todas. há filmes que continuamos a ruminar dias depois de os vermos. não fosse tão extenso e teria que o rever rapidamente.

tumblr_mjqor7nbpl1qglzf4o3_1280

2 thoughts on “solaris

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s