//repetição//

1

todas as manhãs o mesmo percurso. às 8h55 é hora de levar os pequenos da Pré à escola. todas as manhãs às 8h55 há uma ou duas mãos cheias de hobbits que insistem “podemos ir contigo levar os da Pré? vá lá…!”

todos os dias passamos pelo ‘jardim das plantas carnívoras’ com muito cuidado, pelo ‘lago dos tubarões’, pela ‘rampa inclinada’, ‘as areias movediças’ e os ‘blocos de gelo’. pedem-me “podemos ir mais devagar?” querem saborear o que o novo dia tem para oferecer.

e como é que é possível dizer que não se há tanta coisa para ver neste caminho que se faz em 4 minutos e que teimamos em esticar? há uns meses eram os caracóis, as folhas que mudavam de cor, as árvores cujos nomes queriam aprender, as rolas empoleiradas nos cabos da electricidade. agora são as teias de aranha cobertas de minúsculas gotas de orvalho ou geada. uma exposição de design inteligente. graça comum.

hoje, enquanto fazíamos o mesmo caminho pela milionésima vez, foi-me dado a perceber que estes hobbits têm muito a ensinar sobre a beleza da rotina. o que pode parecer assustadoramente repetitivo pode efectivamente ser aquilo que nos salva os dias.

2435

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s