IMG_20150825_130803

esta viagem tem tido tanto de belo como de turbulento. hoje foi mais um marco e o dia esteve luminoso e leve. escolhemos testemunhas bonitas, companheiras nesta viagem. que têm estado perto nos momentos leves mas principalmente naqueles que doem e pesam. e somos tão gratos por isso. não só por estas três, mas pelas outras que o Pai nos tem dado. falta-me vocabulário para agradecer e os olhos marejam-se.

estes quatro anos têm sido, inquestionavelmente, os mais pedagógicos que me lembro de experimentar. nunca a Graça e dependência do Criador me foram tão claros, tão absolutamente vitais.

 IMG_20150825_131053 IMG_20150825_132415

Advertisements

:: p r i m o g é n i t a ::

HPIM5052

28 de abril de 2011. foi a primeira vez que mencionei a L. por aqui. quase três anos depois já muito aconteceu, mas quando ela nos segura a mão é como se fosse tudo novo outra vez. é uma ternura, uma gratidão que não se conseguem conter no peito. crescemos todos um pouco e, de há pouco mais de uma semana para cá, somos três cá em casa, em vez de dois. estamos claramente mais ricos.

amanhã conhece um novo ambiente, uma nova turma.

S. – estás nervosa?
L. – não.
S. – estás tranquila?
L. – sim, estou normal.

sei bem que não tem muitas dificuldades em adaptar-se. no entanto, o coração contorce-se-me em expectativa. conversamos, tentamos prever situações, instamos com ela para que seja amável, gentil e respeitadora com todos, que saiba como tomar as decisões mais sábias. e, no fim das contas, sabemos que somos pequenos e limitados (limitados é claramente um understatement!).

HPIM5941

fiz-lhe, à pressa, um saco de pano tosco para o lanche e quero que leve todos os dias um bocadinho de casa lá dentro, um bilhete por dia, um fragmento de amor. mas o que quero mesmo, mesmo é descansar, sabendo que o Deus que cuida, cuidará dela.

:: m a n h ã ::

acordar cedo e vê-la embrulhada no sofá.

‘vamos lá fora?’

‘sim.’

* a luz da manhã a brincar por entre as árvores * cogumelos escondidos pelo chão * lindas bolotas que recolhemos com satisfação * muitos galhos que serão transformados em decorações festivas e simples * fazer desenhos no chão * fotografar as últimas fotos de um rolo desta máquina que anda comigo há meses * as conversas e os silêncios tão preenchidos de coisas indizíveis *

it’s the little things

:: gargalhadas :: saltos na erva :: gatos amigáveis :: os pés dentro da água da ribeira, protegidos pelas galochas :: apanhar bolotas :: observar cogumelos estranhos :: observar bichos minúsculos :: comida simples partilhada :: conversas pequeninas :: o barulho melódico da água a correr entre as pedras :: a luz mágica do fim do dia ::

the best things in life are free, so ‘they’ say. and don’t ‘they’ say it well?

L.

conheces aquela sensação de o surreal parecer assim uma coisa completamente natural? é raro, mas acontece.

you know that feeling of surrealness being something completely natural? it’s rare, but it happens.